18 outubro 2007

ONDE existe, mas às vezes não se recomenda...

Este relativo é com frequência usado incorrectamente, dando origem a erros não ortográficos, mas sim sintácticos. Observem-se os seguintes exemplos:
* Este foi o jogo onde a nossa equipa obteve melhores resultados.
* Ninguém faltou à reunião onde se aprovou o novo regulamento.

Como já foi dito, ONDE exprime a ideia de “o lugar em que”, devendo, por isso, ser associado unicamente a nomes locativos, isto é, nomes que designam um local ou espaço físico. Por exemplo:

Na cidade onde vivo, há muitos espaços verdes.
Fechei à chave o armário onde guardei os documentos.

“Jogo” e “reunião” são nomes que não exprimem essa ideia. Antes pelo contrário, se reflectirmos um pouco, aos mesmos está subjacente uma certa ideia de tempo.
No entanto, não basta que o nome que antecede este pronome seja um locativo; é necessário ter atenção também ao verbo que o segue, o qual deverá reger a preposição em:

A igreja onde casaram é muito antiga. (Casar em)
*A igreja onde visitei é muito antiga. (Visitar alguma coisa)

Nos casos em que o verbo rege a preposição em, mas o nome não é um locativo, devem usar-se os relativos em que ou no/a qual:

Este foi o jogo em que a nossa equipa obteve melhores resultados.
Ninguém faltou à reunião na qual se aprovou o novo regulamento.


(Nota: O asterisco indica que a frase é agramatical, ou seja, incorrecta do ponto de vista sintáctico)

4 comentários :

Anónimo disse...

Aconselho a leitura deste texto no portal de notícias da SIC, é incrível que num artigo daqueles hajam os erros ortográficos e contradições que lá estão:

"ente" ao invés de "entre",
"flexisegurança" ao invés de "flexissegurança" e depois já escrevem "flexigurança",
"critica" ao invés de "crítica",
"dialogo" ao invés de "diálogo",...enfim

a ligação:
http://sic.sapo.pt/online/noticias/mundo/Acordo+historico.htm

casccalens

Anónimo disse...

e corrijo: "(...)é incrível que num artigo como aquele HAJA os erros(...)"

casccalens

S. Duarte disse...

Olá casccalens, bem-vindo!

Algumas vezes são gralhas, é o caso de "ente" em vez de "entre", mas normalmente trata-se mesmo de ERRO ortográfico ou sintáctico.
Nós cá vamos dando o nosso contributo para que esses erros vão diminuindo...

Jaime disse...

Estava aqui a ler este post sobre o "onde" e a pensar para mim: «se estas regras já me parecem meio complicadas e são na minha língua materna, como é que vai ser para aprender alemão?!»