30 outubro 2008

desfasamento e não “desfazamento”


Quem não hesitou já na grafia de palavras que incluem o som consonântico /z/, cuja representação gráfica tanto se faz por meio da letra s como do z propriamente dito (e escrito)?

Não falo de “cazas”, nem de “coizas” – palavras em relação às quais só quem acaba de aprender a escrever tem dúvidas. Mas entre os cozidos (ao lume) e os cosidos (com linha e agulha), já há muitos adultos que param para pensar. Ou, pior, que não param e escolhem a letra errada, sem darem por isso.

E o “desfazamento”? É uma tentação a que cada vez mais portugueses têm cedido!

Mas se desfasar é «desordenar as fases» (des + fase + ar), não há motivo para enganos. Afinal, quantos de nós escreveríamos “faze” em vez de fase?

6 comentários :

Sara Fernandes disse...

Boa noite professora Sara!

Surgiu-me hoje uma situação na qual fiquei na dúvida. Que nome se dá a um conjunto de revistas? OU seja, o nome colectivo de revistas.

S. Leite disse...

Olá, Sara. Tanto quanto sei, não existe um nome colectivo específico para revistas. Pode, no entanto, usar os nomes rima ou pilha para designar um monte ou uma quantidade de livros ou revistas.

Sara Fernandes disse...

Essa palavras surgiu num manual de Língua Portuguesa, no qual pedia o seu nome colectivo.

obrigada na mesma

Beijinhos

Anónimo disse...

Olá a todos,

talvez a palavra seja Hemeroteca, que é a "Biblioteca" onde só existem revistas...

S. Leite disse...

Obrigada, anónimo! Mas, nesse caso, não se trata de um simples nome colectivo, tal como uma "biblioteca" não designa um conjunto de livros :S

světluška disse...

Há revisteca (http://www.aulete.portaldapalavra.com.br/site.php?mdl=aulete_digital&op=loadVerbete&palavra=revisteca), que não me agrada muito por ser híbrido, mas está dicionarizado.