03 novembro 2008

Cordelinhos à portuguesa



Um certo dicionário informava, na data em que escrevi esta nota, que esparguete era «forma vulgar e incorrecta de espaguete». E esta, hein?
Se, por um lado, é contraditório (para não dizer absurdo) que um dicionário registasse uma grafia que os seus lexicógrafos entendiam ser incorrecta para determinada palavra, por outro lado, perante esta informação, o mínimo que podíamos fazer seria procurar saber mais sobre o aportuguesamento do italiano spaghetti. Estará ao nível da “mortandela”?
Outro dicionário apresentava uma definição para esparguete: «CULINÁRIA massa de sêmola de trigo em forma de cilindros compridos e delgados» e acrescentava a seguinte informação etimológica: «Do it. spaghetti, «id.» ´espargo».
Curioso... repararam naquele “espargo” no final? Eu também! E o que têm os espargos que ver com esparguete, para além de haver uma óbvia semelhança na forma desses dois vocábulos?

Spaghetti é o plural de spaghetto, que por sua vez é o diminutivo de spago, cujo significado é «cordel». Spaghetti significa, portanto, à letra, «cordelinhos». Ora, como sabemos, de um cordel a um espargo vai alguma distância... tanto mais que, segundo a Infopédia, a palavra espargo vem do grego aspáragos, por via do latim asparàgu-, com o mesmo sentido.
O termo italiano spago, tanto quanto pude apurar, tem uma origem distinta, embora, curiosamente, no seu étimo houvesse também um “r”: era spartum. Em todo o caso, fica por explicar a alusão ao “espargo”.. é que dessa explicação depende a decisão de considerar ou não erróneo o “r” que nos apareceu no espaguete. E este, enquanto espera, vai arrefecendo!...


Nota: Passado algum tempo, voltei ao dicionário em linha que aludia a "espargo" na etimologia de esparguete e essa alusão tinha desaparecido sem deixar rasto!

1 comentário :

Isabel disse...

talvez fosse uma sugestao de uma receita de esparguete com espargos!!