25 setembro 2007

Extra com hífen



Já todos nós, ou quase todos, formámos uma palavra nova através da junção entre o prefixo extra e um adjectivo. O anúncio que aqui se vê usa-o para formar advérbios, mas incorre num erro, que é não usar o hífen para separar o prefixo da palavra começada por h, "humanamente". Acontece que palavras formadas com prefixos como auto, contra, extra, infra, pseudo, etc. devem ter hífen sempre que o segundo elemento começa por h, r ou s.

As regras de emprego do hífen são muitas e difíceis de decorar. Mas não custa nada consultá-las!


4 comentários :

Joana disse...

Ai quem me dera que me saísse o euromilhões :p bj

Jaime disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaime disse...

Portanto é auto-hipopótamo e não autohipopótamo? :-)

Depois desta tens todo o direito de me chamar autoparvo, mas sem hífen porque parvo não começa por h, r ou s! :-)

Mais a sério, nesse anúncio ficava esteticamente mal (embora ortograficamente bem) o extra-humanamente ir com hífen, porque contrastava com tudo o resto.

S. Leite disse...

Também cheguei a essa conclusão, Jaime. Mas então deveriam ter trocado esse advérbio por outro, que não começasse com uma daquelas três letras... não achas?