05 abril 2007

Ele não interveio, mas seria bom que tivesse intervindo!

É com bastante frequência que se ouvem as expressões “ele interviu” ou “tinha intervido”, em vez das respectivas formas correctas “ele interveio” e “tinha intervindo”.
Poderia mencionar aqui outras formas verbais, mas são estas que mais frequentemente nos ferem a sensibilidade.
O verbo intervir deriva do latim intervenire e é composto por dois elementos: o verbo vir, que ocupa a segunda posição na palavra, e o elemento inter, que corresponde ao nosso “entre”, tendo como significado original “vir ou colocar-se entre”.
Dita a regra gramatical que os verbos compostos seguem o paradigma de conjugação do seu verbo base. Neste caso, a 3ª pessoa do singular do Pretérito Perfeito do Indicativo do verbo vir é veio e não *viu e o Particípio Passado é vindo e não *vido (por exemplo: *Ele não tem vido às aulas).
Por conseguinte, as formas correctas do verbo intervir são: interveio e intervindo.

E agora que já intervim a propósito da flexão complexa deste tipo de verbos, gostava que interviessem, apresentando os vossos comentários e sugestões!

10 comentários :

Tânia disse...

Interviremos com todo o gosto :)

O mais engraçado de tudo é que, não raras vezes, acontece sermos corrigidas por falarmos bem. E parece que a grande maioria ainda se ri, quando aplicamos palavras como as que a professora referiu ou quando dizemos, por exemplo, entretive-me (em vez de entreti-me), entre outras, o que já me tem acontecido.

S. Leite disse...

Tem toda a razão... é uma luta inglória esta! Mas eu cá não desisto :P

Jaime disse...

Essa explicação de intervir = inter + vir dá uma mnemónica: conjuga-se como o verbo vir. Nice. :-)

(Em «Ele não tem vido às aulas» falta-te um n?)

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

Anónimo disse...

Ana Sofia (2º ano P.E.B. 1º Ciclo
)
Mais um dos truques da professora Sandrita...para nunca nos esquecermos...Uma Santa Páscoa
Beijinhos

S. Leite disse...

Jaime, é propositado o "n" em falta na frase! Para indicar a agramaticalidade, ela está marcada com um asterisco :P

Fernanda Andrade disse...

Um velha dica para uma dúvida mais que atual. Bacana!

Fernanda Andrade disse...

Essa regra vale para o verbo REQUERER? Ele segue a conjugação e flexão de querer?

S. Leite disse...

Não, Fernanda! Requerer tem um flexão regular (requeri, requereste, requereu...), excepto no caso da primeira pessoa no presente do indicativo, que é requeiro.

S. Leite disse...

Isto porque (faltou dizer) requerer não deriva do verbo querer :)

Alexandro Cordeiro disse...

Oi! Me tira uma duvida: na sua ultima oracao(se e q e uma oracao, ja m corrija s estiver errado) "gostava que interviessem, apresentando os vossos comentários e sugestões!" o correto n seria "gostaria" ao inves de "gostava"? Foi apenas um erro de digitacao ou nem e um erro? Keria saber...