24 fevereiro 2009

O que está errado em cada uma das seguintes frases?


No passado dia 17, realizou-se uma reunião entre a actual administração e a administração sessante.

Fomos informados de que a carta que a Administração enviou à Câmara Municipal em 2005 esteve estraviada até 2008.

Foi-nos sugerido que solicitássemos a resserção do montante despendido nas reparações.

9 comentários :

Hugo Pereira disse...

1ª frase: "cessante" e não "sessante"
2ª frase: "extraviada" e não "estraviada"
3ª frase: "o ressarcir" e não "a resserção"

Nós disse...

Ora aqui vai o meu palpite:
1) cessante
2) extraviada
3) ressecção

Será?

Isabel Queen disse...

Sessante - cessante
de que - que
estraviada - extraviada
solicitássemos - solicitassemos
resserção - re-inserção
despendido - dispendido

Nuno Silva disse...

Cessante e não sessante
Extraviado e não estraviado
Ressarcimento e não resserção
Quanto a despender, embora a tendência (ou tentação) seja escrever "dispender” (tanto mais que se refere a um “dispêndio”), esta ortografia está correcta/correta (segundo o “desacordo” ortográfico)
E os meus cumprimentos

Hugo Pereira disse...

Já agora, queria deixar aqui uma questão?

Como é correcto dizer:

"Juntamente com o pedido, entregam-se o título de propriedade e a carta de condução"

ou

"Juntamente com o pedido, entrega-se o título de propriedade e a carta de condução"

Como são 2 documentos, deverá usar-se o plural, não é assim, Sras. Professoras?

Franco e Silva disse...

No passado dia 17 realizou-se uma reunião entre a actual administração e a administração cessante. Fomos informados que a carta que a administração enviou à Câmara Municipal, em 2005, esteve extraviada até 2008. Foi-nos sugerido que solicitássemos o ressarço do montante despendido com as reparações.

S. Duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
S. Duarte disse...

Hugo, ambas as formas são válidas: entrega-se / entregam-se.

1. entrega-se - o morfema "se" é interpretado como um pronome indefinido = «alguém entrega o título e a carta».
2. entregam-se - o morfema "se" é interpretado como um "se" passivo = «o título e a carta são entregues».
Pessoalmente, tenho preferência pela estrutura passiva, logo, o verbo no plural.

Hugo Pereira disse...

Muito obrigado pelo esclarecimento, Drª Sandra. Estamos sempre a aprender.