07 maio 2009

UMA TURMA QUE PROMETE!

Hoje fomos à Escola D. Pedro IV, em Queluz, conversar com uma turma do 5º ano do ensino básico sobre dúvidas e erros de português, um encontro inserido na Semana da Leitura, organizada anualmente pela instituição.
Ficámos muito bem impressionadas com o entusiasmo dos alunos, que demonstraram grande vontade de participar na actividade que lhes propusemos e de responder às perguntas e desafios que lhes lançámos; e agradavelmente surpreendidas ao verificarmos que eles sabiam corrigir a maior parte dos erros que lhes mostrámos em diversas imagens, muitas das quais temos divulgado neste blogue.
Aqui ficam, portanto, os nossos parabéns aos alunos e às suas professoras de Português pelo bom trabalho que têm feito!
Aproveitamos para divulgar o blogue da Biblioteca da Escola (com uma excelente lista de ligações para páginas de interesse) e para desejar muito sucesso à Cyberteca!

3 comentários :

Cláudio Mangini disse...

Sou Brasileiro e hoje leio este seu blogue pela primeira vez.

Aprendi com este artigo:
não sabia que havia diferença de pronúncia e de grafia entre o pretérito perfeito do indicativo e presente do indicativo: "falámos" e "falamos".
No Brasil a pronúncia e sempre fechada. Estranhei o acento e fui depressa consultar o novo acordo. A questão está lá abordada: o acento é facultativo de acordo com a pronúncia.

Parabéns pelo trabalho, já li várias de suas postagens e o conteúdo é ótimo.

S. Leite disse...

Olá, Cláudio, obrigada. Aproveito a sua visita para reiterar que realmente nós não temos a pretensão de ensinar nada aos Brasileiros, pois assumimos a nossa ignorância no que respeita às variantes do português que se falam no Brasil. Porém, ficamos sempre satisfeitas com as visitas de brasileiros que, mesmo assim, resolvem aparecer por aqui!

Cláudio Mangini disse...

Gostaria que soubesse que já sou frequentador assíduo dos sítios Ciberdúvidas e Enxuto, e que este está agora também adicionado aos meus 'atalhos da internet'.

Vejo muito pouca diferença nas duas principais variantes da nossa língua, principalmente quanto à sua forma escrita. É bastante enriquecedor buscar informações sobre nosso idioma em blogues como o vosso.

Acredito que, bem mais que o Acordo Ortográfico, a rede mundial é a feramenta que vai aproximar os lusófonos mundo afora e conseguir estabelecer a tão sonhada unidade ortográfica (ou algo muito próximo disto).

Mais uma vez meus sinceros parabéns e saiba que ganhou um novo leitor.