30 abril 2012

Qual a diferença entre uma sigla e um acrónimo?



 

Comecemos pelas semelhanças, para que melhor se perceba a diferença: tanto as siglas como os acrónimos são vocábulos constituídos pela junção das primeiras letras de várias palavras que compõem uma expressão.
Por exemplo: BTT, bicicletas todo-o-terreno; ATL, ateliê de tempos livres; AVC, acidente vascular cerebral; OVNI, objecto voador não identificado; TAC, tomografia axial computadorizada, ou computorizada; LASER, que é um empréstimo do inglês, significa light amplification by stimulated emission of radiation.

A diferença está na pronúncia: enquanto a sigla é pronunciada letra a letra, ou seja, como se estivéssemos a soletrar (normalmente tem muitas consoantes seguidas), do acrónimo faz-se uma leitura silábica, tal como se fosse uma palavra normal.
Das que referi anteriormente, portanto, BTT ATL e AVC são siglas; OVNI, TAC e LASER são acrónimos. Os acrónimos, talvez por serem lidos silabicamente, são os que mais rapidamente passam a ser escritos com minúsculas e sem pontos a seguir a cada letra, porque tendemos a esquecer-nos de que as letras são iniciais de palavras.

10 comentários :

Conceição Reis disse...

Gostei do Blog, mas porque não podemos seguir?
uma pena!

S. Leite disse...

Não? Ora essa! Não sabia!... Vou tentar perceber porquê e desbloquear a situação ;)

S. Leite disse...

Já adicionei os seguidores do blogue aos tópicos que aparecem à direita (está em baixo). Basta clicar no botão com a indicação "aderir a este site". Obrigada!

David Michone disse...

Gostei entend

David Michone disse...

Gostei.entend

Caio disse...

Muito bem explicado. Gostei! Obrigado. Abraço.

Anónimo disse...

Muito boa a explicação. Parabéns!

Valdir Nunes disse...

Agora aprendi!

Conae Modoates disse...

Gostei das explicações, mas restou uma dúvida. Acredito que um acrónimo não pode ser acentuado nem na sua grafia nem na sua pronúncia. É o caso de uma empresa italiana, cujo acrónimo É: ENEL, MAS ESTÃO PRONUNCIANDO COMO SE TIVESSE ACENTO NO É, OU SEJA, ÉNEL. De acordo com o nosso Portugues esta pronúncia, acredito, deve estar errada. Aguardo suas explicações. Antecipo agradecimentos, CONAE MODOATES.

S. Leite disse...

Estou de acordo consigo! O mesmo se passa com o acnónimo ONU, que alguns jornalistas e pivôs da TV pronunciam como se fosse acentuado na primeira sílaba: "ÓNU". No meu entender, devemos pronunciar o acrónimo tal e qual uma palavra regular, que por não ser acentuada graficamente obriga a fazer uma leitura regular também. Portanto, EN[É]L, ON[Ú].