09 julho 2009

redundância tautológica em jeito de pleonasmo

É tão fácil cair na redundância que quase ninguém resiste a dizer "costumo fazer sempre assim" ou "tenho um amigo meu".
O dicionário Priberam, aliás, informa que a tautologia consiste numa «repetição inútil da mesma ideia em termos diferentes» - ou seja, exemplificando, ao mesmo tempo que define o conceito: tratando-se de uma repetição, para quê dizer que a ideia é «a mesma»?! Isto dá para ver como a tautologia é uma espécie de armadilha em que ninguém deve ter a veleidade de dizer que não cai ou nunca cairá...
Se nos repetimos desnecessariamente, para além de estarmos sujeitos a que se riam de nós ou nos corrijam, ainda podemos induzir os outros em erro, a respeito do que realmente queremos dizer. Quando alguém comenta que "gostou tanto da comida, que repetiu duas vezes", fico sempre na dúvida: serviu-se três vezes ou caiu na malfadada tautologia? Ontem ouvi alguém dizer na rádio que «os alunos repetiam novamente o mesmo ano». Fiquei sem saber se havia ali uma dupla redundância ou se devia fazer uma interpretação mais rebuscada da frase.
Hoje li numa publicação periódica um artigo (interessante, é preciso dizer), cujo infeliz título era este: «Morte súbita ocorre sem aviso prévio». Sendo o assunto sério, acho mal que nos façam rir do texto logo ao início!
E por falar em rir...

3 comentários :

Anónimo disse...

Fantástico!!!

Anónimo disse...

E esta: O aluno "domina correctamente a língua portuguesa"!?
A minha escola produziu um documento, que envia aos Enc. Educ. de todos os alunos (aval. comp. transversais), que abre logo assim.
E, depois, a escala de avaliação não é em valor, mas em tempo (nunca, quase nunca, às vezes, quase sempre e sempre)!!!
Estou tolo, ou é estúpido pensar que alguém 'domina incorrectamente' uma língua às terças e às quintas, mas já a 'domina correctamente' nos outros dias da semana!? :D
JHO

S. Leite disse...

Pois... "dominar correctamente" parece vir juntar-se ao rol das expressões pleonásticas, a menos que se consiga imaginar o que será "dominar incorrectamente" seja o que for! Obrigada ;)