21 março 2018

De mais ou demais? Esclareçamos esta dúvida de uma vez por todas!


DEMAIS

            A palavra demais pode usar-se em vários contextos, com vários significados. Tem, antes de mais (!!), a utilização de advérbio, significando o mesmo que "demasiado" ou "demasiadamente", mas também é usada com o sentido de "muitíssimo" (qualificando enfaticamente uma ação, um modo ou uma qualidade). Nestes contextos, a palavra demais serve para modificar verbos, advérbios e adjetivos. Por exemplo, nas frases seguintes:

            (1) Ontem comi demais ao jantar. (Ou: "Ontem comi demasiadamente")
            (2) Isso é mau demais! (Ou: "Isso é muitíssimo mau!")

            É comum usar-se demais como com o mesmo sentido de "muitíssimo" (ver frase 2), mas sem referir qualquer adjetivo. Portanto, fazendo desta palavra um adjetivo:

            (3) Esse filme é demais! (Ou: "Esse filme é muito giro/bom/divertido!")

            Demais também se pode usar, como palavra só, com o mesmo sentido de "além disso", embora essa utilização não seja muito frequente. Neste caso, é talvez mais comum ouvir-se a expressão "demais a mais". Por exemplo:

(4) Não me apetece sair. Demais, estou sem dinheiro. (Ou: "Além disso, estou sem
      dinheiro")
(5) Não me apetece sair. Demais a mais, estou sem dinheiro.

            Finalmente, demais pode ser um pronome ou determinante demonstrativo, cujo sentido é idêntico a "os restantes" ou "os outros". Neste caso, é sempre precedido pelo artigo o(s). Por exemplo:

(6) O Marco e os demais rapazes do grupo ficaram calados. (Ou: "O Marco e os outros
      rapazes do grupo")

DE MAIS

            Quando falamos de quantidade depois de termos referido um nome (ou substantivo), devemos usar a locução "de mais", porque não seria lógico empregar o advérbio demasiadamente nem o advérbio muitíssimo após o nome (por exemplo, nas frases: "Pus açúcar demasiadamente no café" ou "Tenho dúvidas muitíssimas").
A locução de mais significa, então, "em número excessivo" ou "em quantidade excessiva". Nestes casos, pode ser substituída pelas locuções em excesso e em demasia, que também serve para modificar nomes. Por exemplo, nas frases:

            (7) Pus açúcar de mais no café! (Ou: "Pus açúcar em excesso no café!")

            (8) Tenho dúvidas de mais... (Ou: "Tenho dúvidas em demasia")

              Espero ter ajudado a resolver as vossas dúvidas!

Sem comentários :