23 setembro 2014

Terçolho, treçolho, ou... ?

Vivendo e aprendendo!
Há dois dias que tenho um malvado terçolho a atormentar-me a vista. Seria uma daquelas ocasiões para me perguntar "mas porque é que isto me foi acontecer?!", se não fosse o facto de eu ter descoberto muito claramente que o malandro veio para me ensinar como se pode escrever e dizer o seu nome!
Durante um dia, andei a dizer a quem me perguntava o que eu tinha que era um "torçolho", até que algumas amigas observaram que não sabiam que se dizia "torçolho", pois sempre haviam dito "treçolho". E ainda manifestaram a sua satisfação por terem sido finalmente esclarecidas! Assim que ouvi isto, soou uma capainha na minha cabeça: "e se....?"
Fui ao dicionário confirmar a minha suspeita: quem estava enganada era eu! Vergonha das vergonhas, assumo. Imaginava que a palavra tivesse duas ou três grafias e pronúncias possíveis, mas nunca pensei que a minha preferida não era legítima!... Verifiquei, pois, que se pode empregar terçol, terçogo, terçolho e até treçolho, mas nada de "torçolho". Aparentemente, não vem de "torcer" o "olho" (quem diria....!), mas de "terço" ou "terceiro" , em latim - embora seja desconhecido o motivo desta estranha origem.


3 comentários :

Anónimo disse...

Provavelmente deriva de terceiro pois assemelha-se à 'terceira pálpebra', como existe nos nossos animais de companhia!

Mariana

Raynerson Maia disse...

Olá! Excelentes dicas de português, muito explicativo e esclarecedor! Preciso de uma grande ajuda: tenho um amigo português, ele me escreveu: "Comes a casa?" (no sentido de:"tu vens hoje comer em casa?") Fiquei na dúvida se esse "a" leva crase ou não. Ora bem, não consigo distinguir a transitividade do verbo COMER neste contexto. É intransitivo? É transitivo indireto quando indica o lugar onde se come? Este "a" é preposição? Preciso de uma ajuda para desvendar este mistério. Muito obrigado!

S. Leite disse...

Prezado Raynerson, parece-me muito estranha essa frase ("Comes a casa"), pois não consigo imaginar um contexto que que se justificasse utilizá-la com o mesmo sentido de "comes em casa". Não creio que se pudesse usar a preposição "a" nesse caso. O verbo comer pode ser usado como intransitivo ("Eles raramente comem.") ou como transitivo direto ("Eles raramente comem carne").
Esse "a", sendo preposição, não faz qualquer sentido. Só consigo conceber a frase "Comes a casa" como sendo correta no caso de "a" ser determinante definido feminino singular, o que significa que "A casa é comida por ti", usando a voz passiva.
Cumprimentos!