14 maio 2014

Expressar ou exprimir?


Muita gente prefere empregar o verbo expressar, preterindo exprimir, talvez por razões mais emotivas do que racionais, porventura pela sua semelhança com espremer (que aliás não é apenas sonora, mas também semântica e etimológica).
No entanto - surpresa! - exprimir tem mais tradição na nossa língua, uma vez que remonta ao substrato latino (em latim exprimĕre, que significava «exprimir; espremer; fazer sair»), ao passo que expressar é uma sufixação do particípio passado expresso (+ sufixo -ar), que por sua vez é forma do verbo... exprimir!


2 comentários :

Teresinha disse...

Bom! Ainda não consegui ler muito... mas espero ler tudo o que aqui editou!
Estava com uma dúvida, não era bem dúvida... mas depois de ver tanta asneira na informação que queria apurar, acabei achando que estava era tudo louco!
Avózinha, assim escreveu uma pessoa que lecionou literatura. Eu fiquei de queixo caído, mas como também escreve cházinho... vi que era mesmo erro e não distração.
UFFFF! Cheguei aqui e até suspirei!!! Ainda bem que encontrei o que estava certo!!!
Já estou a segui-la, com grande alívio para as minhas incertezas! É que uma pessoa, ainda para mais com a minha idade, fica atarantada com tanta calinada que ouve e lê!...
Obrigada pelo apoio!
Bj
Teresinha

Anónimo disse...

Bem, sou escritora e uma estudiosa da língua portuguesa.
A coisa funciona assim: Expressar-se, significa por para fora, colocar em linguagem adequada, fazer-se entender. No geral, traduz a fala dita ou escrita.
Exprimir-se pode ocorrer junto com o expressar-se, uma vez que a pessoa escreve ou fala, exprimindo suas emoções e/ou demonstrando verdade ou mentira, emoção, susto, alegria, tristeza, ansiedade, desejo, medo, disposição etc No geral,se traduz via movimentos corpóreos, incluindo sorriso, lágrimas, sensualidade, defesa e outros.