04 junho 2010

Homófonos

Apreçar - avaliar ou estimar o preço de. Exemplo: Há concursos televisivos em que os concorrrentes têm de apreçar certos produtos à venda no mercado, como electrodomésticos.
Apressar - dar pressa a. Exemplo: Tive de apressar o meu amigo, para não perdermos o comboio das cinco.

Ceara - Pretérito Mais-Que-Perfeito do verbo cear, equivalente à forma composta "tinha ceado". Exemplo: Naquela noite, Jacinto ceara mais tarde do que o habitual.
Seara - extensão de cereal cultivado no campo. Exemplo: As searas de trigo brilhavam ao sol.

Caçar - perseguir alguém ou alguma coisa com a intenção de o/a apanhar e/ou matar. Exemplo: Caçar animais em risco de extinção é uma falta de respeito pela natureza.
Cassar - anular ou apreender uma licença. Exemplo: A Polícia pode cassar a tua carta de condução, se fores apanhado a cometer uma infracção.

Pontoar - marcar ou coser com pontos. Exemplo: Vou usar linha amarela para pontoar a gola da blusa.
Pontuar - colocar sinais de pontuação em; marcar pontos (numa competição). Exemplo: Fizemos um exercício em que era necessário pontuar um breve texto.

Sediar - estabelecer sede. Exemplo: A empresa, sediada em Lisboa, tem sucursais por todo o país.
Sedear - limpar (normalmente peças de ourivesaria) com escova de sedas. Exemplo: Depois de arrumares esses colares, podes sedear os anéis que estão nesta caixa.



Fonte: Infopédia

4 comentários :

Jaime disse...

Estes não são exactamente homófonos mas quase: comprimento e cumprimento. Às vezes encontro "com os melhores comprimentos". Ah, Benvindo e bem-vindo. Tenho ideia de há tempos uma câmara municipal ter feito um cartaz onde se lia "Benvindo a [localidade]".

RafaelMG disse...

Por falar em homófonos... este caso não será de palavras homófonas mas de "expressões" homófonas. Está correcto dito assim:

O vosso blogue é de mais! Os demais não têm tanta graça...

?

S. Leite disse...

Ui... essa é das espinhosas!
A mim parece-me que, no caso da primeira frase, a expressão "de mais" (que está correcta) está em vias de se converter numa palavra só (aliás, na variante brasileira do português já é uma palavra só), cuja classe gramatical até pode vir a ser um adjectivo (com o significado de "extraordinário; incrível; surpreendente"). Quanto a "os demais", nesse caso temos "demais" como pronome, com o mesmo significado de "restantes; outros", o que também está correcto.
Obrigada pelo incentivo!

Anónimo disse...

No site www.multimeta.com.br tem alguns treinamentos bem legais sobre língua portuguesa.