14 janeiro 2010

Novo desafio de caça ao erro

Antes de mais, desculpem a falta de textos, mas a minha vida tem sido complicada...!


Aqui vos deixo mais um desafio: quais são os erros gramaticais do texto que se segue?


Infelizmente, verificasse que a felicidade não está ao alcance de todos. A célebre constatação de que o dinheiro não trás felicidade tem hoje uma paradoxal terminação: “...mas ajuda muito!” Com efeito, um dos requesitos para se poder ser feliz é ter dinheiro suficiente para pagar todas as comodidades da vida moderna: sem casa, sem água, sem gaz e sem luz, quem é que consegue ser feliz? Contráriamente ao que muitos pensam, ainda à muito boa gente por esse mundo fora que não tem nenhuma dessas coisas. Depois, é preciso saúde, que muita gente também não têm. Se houver qualquer desiquilíbrio permanente, mental ou físico, na nossa vida, também será dificil alcançar a felicidade. Por fim, se analizarmos os (poucos) casos de pessoas que são realmente felizes, chegaremos à conclusão de que todas elas amam e são amadas. Ora, o amor não toca todos os corações... Lamentavelmente, muitos estão empedernidos e são impermiáveis aos sentimentos de afecto e amizade.

14 comentários :

Anónimo disse...

verifica-se
traz
requisitos
gás
contrariamente

tem
desequilíbrio
analisarmos
impermeáveis

estão todos?

S. Leite disse...

Quase :)

stiffquilt disse...

Devemos incluir correções ao acordo ortográfico? Então há afeto.

Anónimo disse...

Falta o "difícil"

RafaelMG disse...

Venho colocar uma questão que, apesar de não estar directamente relacionada com esta publicação, tem como objectivo evitar os erros na nossa língua!
Já há um tempo, com um trabalho de faculdade, surgiu-me uma dúvida no que toca à tradução de uma palavra: overexpressed. É certo que é usado num contexto científico (Genética) e é provável que, como para muito calão tecnico-científico, não haja uma tradução consensual em Português.
Eis que surge um artigo de jornal que tenta uma tradução (http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=159761) e fica-se entre o "sobre-expresso" e o "hiperactivo".
É possível admitirmos a primeira forma? Confesso que é a que mais me agrada, e a que me parece mais próxima do significado real de over-expressed.
E seria grafada com o hífen ou sem hífen? Sobreexpresso?
Que sugestão fazem? Obrigado pela ajuda =o)

S. Nogueira disse...

Falta:

"difícil"

???

Franco e Silva disse...

Infelizmente, VERIFICA-SE que a felicidade não está ao alcance de todos. A célebre constatação [...] que o dinheiro não TRAZ felicidade tem hoje uma paradoxal terminação: “...mas ajuda muito!” Com efeito, um dos REQUISITOS para se poder ser feliz é ter dinheiro suficiente para pagar todas as comodidades da vida moderna: sem casa, sem água, sem GÁS e sem luz, quem é que consegue ser feliz? CONTRARIAMENTE ao que muitos pensam, ainda HÁ muito boa gente por esse mundo fora que não tem nenhuma dessas coisas. Depois, é preciso saúde, que muita gente também não TEM. Se houver qualquer DESEQUILÍBRIO permanente, mental ou físico, na nossa vida, também será DIFÍCIL alcançar a felicidade. Por fim, se ANALISARMOS os (poucos) casos de pessoas que são realmente felizes, chegaremos à conclusão [...] que todas elas amam e são amadas. Ora, o amor não toca todos os corações... Lamentavelmente, muitos estão empedernidos e são IMPERMEÁVEIS aos sentimentos de afecto e amizade.

Joana disse...

verifica-se
traz
requesitos
gás
contrariamente

tem
desequilíbrio
analisarmos
impermeáveis
fisíco

S. Leite disse...

Obrigada a todos por participarem e desculpem a demora na resposta!

RafaelMG, Gosto mais de sobre-expresso (com hífen, porque a última letra do prefixo é igual à primeira do radical), parece-me que hiperactivo já tem muitas outras conotações, além de que seria mais lógico se o inglês fosse "hyperactive". Tratando-se de vocábulo técnico-científico, julgo que tem liberdade para o usar, mesmo que não apareça nos dicionários, desde que a comunidade científica o entenda, claro!

RafaelMG disse...

Obrigado! Vou passar então a utilizar o sobre-expresso.

instituto superior de educação e ciências disse...

verifica-se;traz;requisitos;gás;contrariamente;há;tem;desiquilibrío;difícil;analisarmos;impermeáveis.

Carolina de Meireles Pelixo

alescio Bonetti disse...

verifica-se, traz, requisitos, gás, contrariamente,há, a fora, tem,desequilíbrio,afeto..

Anónimo disse...

resumindo qual é a resposta certa? kk

S. Leite disse...

ANTES DO A.O.:

Infelizmente, VERIFICA-SE que a felicidade não está ao alcance de todos. A célebre constatação de que o dinheiro não TRAZ felicidade tem hoje uma paradoxal terminação: “...mas ajuda muito!” Com efeito, um dos REQUISITOS para se poder ser feliz é ter dinheiro suficiente para pagar todas as comodidades da vida moderna: sem casa, sem água, sem GÁS e sem luz, quem é que consegue ser feliz? CONTRARIAMENTE ao que muitos pensam, ainda HÁ muito boa gente por esse mundo fora que não tem nenhuma dessas coisas. Depois, é preciso saúde, que muita gente também não TEM. Se houver qualquer DESEQUILÍBRIO permanente, mental ou físico, na nossa vida, também será DIFÍCIL alcançar a felicidade. Por fim, se ANALISARMOS os (poucos) casos de pessoas que são realmente felizes, chegaremos à conclusão de que todas elas amam e são amadas. Ora, o amor não toca todos os corações... Lamentavelmente, muitos estão empedernidos e são IMPERMEÁVEIS aos sentimentos de afecto e amizade.